Tudo o que vem à rede é peixe

01
Jul 09

  Montra Tek: Muita música ao vivo

Os festivais de Verão estão de regresso para mais uma animada season, não fosse a estação convidar a menos roupa, mais bebidas frescas e a muita música ao vivo.

Um pouco por todo o país, são vários os recintos que se transformam para acolherem sons nacionais e internacionais, destinados aos gostos mais variados.

A par do espaços físicos, os promotores também fazem questão de mostrar os seus festivais online. O TeK deixa-lhe a lista de endereços dos mais conceituados, para facilmente poder ver locais, datas, preços praticados e, acima de tudo, artistas convidados.

O Delta Tejo chega já este fim-de-semana, mais precisamente, na sexta-feira, dia 3 de Julho, prolongando-se por sábado e domingo. A partir do site www.deltatejo.com vai poder ficar a par de todos os pormenores acerca do evento, que tem espaço reservado no Alto da Ajuda e que vai contar com actuações dos Skank e Orishas (sexta), Vanessa da Mata e Deolinda (sábado) e Banda Calypso e Alexandre Pires (domingo), entre muitos outros.

Delta Tejo

As datas de 9 a 11 de Julho estão reservadas para mais um OptimusAlive. Metallica, Prodigy e The Black Eyed Peas são alguns dos atractivos da edição de 2009, que pode ser acompanhada através do endereço www.optimusalive.com.

OptimusAlive

Sábado, 11 de Julho foi igualmente a data escolhida para o SuperBock SuperRock versão Porto. Lisboa acolhe o já tradicional festival de música a 18 de Julho. Agenda, passatempos, novidades e outra informação disponíveis a partir de www.superbock.pt/SuperMusic/sbsr15.

SuperBock SuperRock

Sons de várias partes do planeta voltam a reunir-se em Sines em mais um Festival Músicas do Mundo, ou FMM. O extenso programa, assim como informação variada, está disponível no site oficial www.fmm.com.pt.

Festival Músicas do Mundo

Outro clássico, Paredes de Coura começa a 29 de julho e prolonga-se até 1 de Agosto. Além do line up para 2009, em www.paredesdecoura.com é possível encontrar informação de como chegar à praia fluvial do Tabuão e de onde ficar, assim como fotos das edições anteriores, etc.

Paredes de Coura

Entrando em Agosto torna-se inevitável deixar de falar no Sudoeste. A Zambujeira do Mar acolhe mais uma vez o festival que se realizará entre 6 e 9 de Agosto. Em www.tmn.pt/swtmn09.html há obviamente o cartaz, assim como bilheteira, galeria de fotos, downloads e vídeos.

SWtmn09

publicado por RiViPi às 15:28

23
Jun 09

19.06.2009 - 09h48 Ana Machado in Púublico.pt

Chama-se Sumário de Questões sobre os Céus. É um documento de 100 páginas, com prefácio. E a estrutura do texto vem no formato de perguntas - colocadas por um chinês - e de respostas - dadas por um ocidental com conhecimento de astronomia. O ocidental era um padre jesuíta português, chamado Manuel Dias. E foi ele quem apresentou Galileu e as suas descobertas à China, em 1614, apenas três anos depois de o trabalho de Galileu ter sido publicado.

Há dez anos que Henrique Leitão, investigador do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, andava atrás deste documento e do contributo de Manuel Dias para o conhecimento da astronomia e dos achados de Galileu na China. Sabia da existência do documento, onde o jesuíta Manuel Dias contava como funcionava o telescópio de Galileu e o que o mestre italiano teria descoberto sobre as maravilhas do Universo. "É um texto que está em todas as bibliotecas imperiais chinesas, o original é de 1615. Mas foi reeditado até ao século XIX, o que significa que teve imenso impacto na cultura chinesa. Notícias de que havia este texto existem desde o princípio do século XX. Mas nenhum português pensou: vamos lá ler o que vem aqui escrito."

Mas, tratando-se de um documento em chinês, Henrique Leitão precisava de alguém que lesse chinês clássico e soubesse de história da ciência para o poder interpretar. Lembrou-se então de um antigo colega de liceu, chamado Rui Magone. Não se viram durante anos. Voltaram a ver-se em Berlim em 2002 e trocaram as perguntas do costume. Henrique Leitão dedicava-se então à física. Mas a história da ciência, que haveria de o ocupar em exclusivo, tentava-o. Rui Magone contou como tinha chegado ao estudo do chinês e da cultura chinesa. Quando Henrique Leitão decidiu dedicar-se ao documento de Manuel Dias, lembrou-se então do sinólogo amigo de liceu. Rui Magone precisou de cinco horas para uma primeira leitura do documento em chinês clássico.

Investigador do Max Planck Institute de História das Ciências, Magone aproveitou uma visita este mês a Lisboa - para uma conferência na Universidade Católica sobre a sua especialidade, o sistema de exames chinês (a forma antiga para seleccionar os intelectuais chineses) - para se dedicar ao estudo aprofundado deste documento, juntamente com Henrique Leitão.

"É incrível como em Portugal ninguém sabe disto. Para Portugal, no ano em que se comemora o Ano Internacional da Astronomia, 400 anos depois das primeiras observações de Galileu, esta é a história mais importante que se podia revelar."

Henrique Leitão frisa a própria estrutura do texto como um dos aspectos mais interessantes do documento: "Já existiam documentos de autores ocidentais sobre astronomia traduzidos na China no século XVII. Mas este é mais vivo, é uma conversa", diz Henrique Leitão, enquanto folheia a cópia do documento de Manuel Dias, enviada pela Academia Sínica, a grande instituição de investigação de elite chinesa. "Mostra que os jesuítas sabiam o que interessava aos chineses sobre a astronomia ocidental."

E o que é que interessava aos chineses? "Por exemplo, na China havia um interesse enorme pela previsão de eclipses. Um eclipse que não estivesse previsto era encarado como um mau sinal, como se o céu não estivesse contente com os imperadores e mandassem aquele recado do céu", explica Rui Magone. O que é a Terra, o horizonte, a latitude e longitude, o equador celeste, são algumas das noções explicadas na sequência de perguntas e respostas do documento de Manuel Dias.

"Tem tabelas com as várias latitudes na China. São as primeiras tabelas destas na China. Não havia ainda a noção de latitude na cosmografia chinesa", conta Henrique Leitão folheando as páginas, nas quais só consegue descodificar as imagens, como uma criança que folheia um livro ilustrado. "São perguntas e respostas que revelam o conhecimento do comunicador e aquilo que o interlocutor ansiava por saber", diz o investigador.

A fotocópia do documento que folheia em cima da mesa, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, é uma reedição do século XVIII. Mas ainda não desistiu de encontrar a primeira edição. "Andamos atrás dela. Ou está em Oxford ou na Biblioteca do Vaticano", diz, referindo que, para além de estar presente nas bibliotecas pessoais dos imperadores chineses, este documento deve ter exemplares em bibliotecas europeias. "Mas nunca foi procurado com cuidado na Europa."

Henrique Leitão volta a centrar-se numa imagem, a de um círculo, com dois outros pequenos círculos que o orbitam, exemplificando um dos maiores achados de Galileu, as fases de Vénus, que desmontavam o sistema de Ptolomeu e sustentavam a teoria heliocêntrica apresentada por Copérnico.

No final do documento lá vem a alusão às observações feitas por Galileu, em 1611. Rui Magone ajuda a descodificar para lá das imagens: "Refere-se nas últimas páginas a um sábio ocidental famoso que revelou segredos do Sol, da Lua e outros objectos, mas que, com os olhos já frágeis, construiu um instrumento para os observar", conta o sinólogo. E Manuel Dias prometia relatar mais novidades sobre o assunto assim que lhe chegassem mais dados.

A Aula da Esfera

No início do século XVII, a Companhia de Jesus dominava a educação no mundo com uma enorme rede de jesuítas dedicados ao ensino, quase 700. O ponto central da rede localizava-se em Roma e, a partir daí, multiplicava-se em vários ramos, ou assistências. Uma dessas assistências, a portuguesa, propagou-se pelo mundo todo, do Brasil à China, passando pela Índia, Japão e Timor.

"Era a maior assistência dos jesuítas e a que tinha menos efectivos, pelo que tiveram de importar estrangeiros", conta Henrique Leitão sobre o recurso na altura a jesuítas italianos, que divulgaram precocemente em Lisboa os feitos dos sábios da época, entre eles Galileu.

Um desses jesuítas, Giovanni Paolo Lembo, que era até amigo pessoal de Galileu, chega a Lisboa em 1614 e no ano seguinte já ensinava na "Aula da Esfera", a aula de Matemática do colégio jesuíta de Santo Antão. Os apontamentos portugueses de Lembo são mesmo famosos, porque têm as mais antigas instruções conhecidas no mundo sobre a construção de telescópios.

Henrique Leitão e Rui Magone explicam que terá sido este conhecimento tão profundo dos jesuítas em Portugal em relação aos feitos de Galileu que fez com que as descobertas do sábio fossem tão precocemente reveladas em Lisboa, e depois no mundo, através da rede da Companhia de Jesus.

Manuel Dias, que nasceu em Castelo Branco em 1574 e que ingressou na Companhia de Jesus em 1593, estudou Filosofia em Coimbra antes de partir para a Índia, Macau e entrar na China em 1610. Chegou a Pequim em 1613, onde redigiu o Sumário de Questões sobre os Céus. Ironicamente os jesuítas na China estavam proibidos de ensinar disciplinas não religiosas, como a Astronomia ou a Matemática. Entre 1625 e 1635 Manuel Dias foi a autoridade máxima da companhia na China. Morreu a 4 de Março de 1659.

"Como é que é possível que alguém em Pequim tenha sabido disto em 1614, quando estas observações de Galileu são de 1611, apenas três anos antes?", questiona Henrique Leitão, acentuando o papel do documento de Manuel Dias. Até ao século XX, quando um chinês queria informar-se sobre Galileu, era este texto de Manuel Dias que lia. "E em Portugal ninguém liga", observa sobre o papel deste jesuíta, que não se resume a este documento. "O primeiro globo da China é feito por Manuel Dias e pelo italiano Nicolau Longobardo. É de 1623, quando ainda não havia noção na China de que a Terra era esférica. A toponímia é toda portuguesa. Ainda existe e está na British Library."

publicado por RiViPi às 13:55

08
Jun 09

De C.M.
Semana nº 931 de 5 a 11 de Junho de 2009


A empresa belga Voxtron, especializada em software para contact centers, abriu um escritório em Lisboa a partir do qual irá operar o mercado ibérico.

A escolha deveu-se ao facto de Portugal ser um mercado bastante evoluído em matéria de contact centers, sendo procurado por multinacionais, que aqui fixam os seus centros de atendimento globais.

 

Este sector económico é um dos que apresentam maior crescimento na economia portuguesa.

Ricardo Marques, director comercial da Voxtron Ibéria, destacou que «a evolução que se tem verificado na convergência de novas tecnologias obriga as empresas a unificarem cada vez mais as suas plataformas de comunicações».Este responsável chamou a atenção para o facto de esta nova tecnologia permitir «reduzir custos operacionais, criando postos de teletrabalho». Uma realidade ambicionada e emergente no futuro mercado de trabalho.

Na apresentação da empresa em Portugal foram divulgados alguns casos de sucesso.

Um deles foi o da BMW, onde Jorge Branco, director de sistemas de informação, salientou «a melhoria que o agenTel criou no controlo estatístico da performance comunicacional da empresa com os seus clientes».

No mercado europeu, a Voxtron destacou como exemplo de sucesso o Banco Santander Consumer, na Alemanha, que possui mais de 300 canais de comunicação simultânea com 600 utilizadores, para uma média de 600 mil chamadas mês com os seus clientes.

De referir que a multinacional belga iniciou actividade em 1994 com o primeiro sistema de gravação digital para o mercado financeiro, passando de imediato a fornecer plataformas de IVR (interactive voice response) e sistemas de voice mail inteligentes.

O director-geral da Voxtron, Jan Vidts, refere que a empresa começou por desenvolver a plataforma de IVR Telebutler que, «pela sua simplicidade e eficácia, foi um sucesso mundial». Depois lançou um servidor profissional de IVR, o Axxium, e mais recentemente um software de gestão de contact centers, o agenTel, que neste momento é o produto estrela, dada a simplicidade de uso. «Qualquer operador adapta-se a ele em menos de 20 minutos», garante a empresa.

Fonte: Semana Informática

 


10
Mai 09

Um adepto especial entre os 8 mil que assistiram este domingo, no Estádio José Arcanjo, à vitória do Olhanense sobre o Santa Clara (1-0), Manuel Cajuda percorreu o país inteiro para apoiar a equipa da sua terra, prometendo “andar com Jorge Costa ao colo”, quando a subida estiver garantida.

O técnico do Vitória de Guimarães e ex-técnico do Olhanense, entre outros clubes algarvios, confidenciou, com “lágrimas nos olhos”: “Seria imperdoável não fazer 600 km para apoiar o clube da minha terra.”

Cajuda, impressionado com o estádio cheio, recordou a época em que subiu à Liga Sagres, no comando dos vimaranenses: “Quando subi com o Vitória, também festejei em Gondomar e espero que o Olhanense faça o mesmo.”

Os elogios surgiram para Jorge Costa: “Fez um trabalho que merece respeito e vou ter de andar com ele ao colo, pelo bem que fez ao clube da minha terra.”

“Vou ter um orgulho imenso em jogar aqui na Liga Sagres”, rematou o técnico algarvio.
 

EP / RS (Região Sul)

01
Abr 09

Isto não é mentira!

 
Michelle Obama

A primeira dama norte-americana, Michelle Obama e as filhas vão estar na Quinta de Marim em Abril para visitar a Coral, mãe do cão de água algarvio que se poderá vir a chamar Allgarve, já nascido nessa altura, e que será levado para a Casa Branca na viagem de regresso.

A informação foi divulgada no site oficial da Casa Branca, num texto onde é sublinhado que o convite para a deslocação à Quinta de Marim em Olhão partiu do Turismo do Algarve, sendo “imediatamente aceite”.

Agências internacionais avançaram entretanto que Michelle poderá ser acompanhada na viagem pela secretária de Estado Hilary Clinton que perdeu recentemente o seu Labrador Retriever numa visita oficial a Haia, Holanda, na espectativa de também poder levar um dos irmãos de Allgarve.

A data concreta da visita não está anunciada. E de acordo com as notícias até agora divulgadas, a ocasião não será alvo de anúncio porque a visita tenderá a ser informal e sem objectivos mediáticos. Apenas haverá lugar a uma conferência de imprensa a realizar posteriormente.

Fonte: regiao-sul.pt

 

publicado por RiViPi às 20:43

No dia do quinto aniversário, o Google disponibiliza o Gmail Labs em língua portuguesa.

O Google disponibiliza a partir de amanhã o Gmail Labs, em língua portuguesa, que permite aos utilizadores do serviço electrónico Gmail a personalização das suas caixas de correio, através de cerca de 50 novas funcionalidades.

Além do português, o Gmail Labs, desde 2008 em inglês, está agora disponível em mais 48 idiomas, que abrangem os cinco continentes.

O Gmail Labs à escala global é disponibilizado no dia em que o Gmail comemora o quinto aniversário do seu lançamento, que ocorreu a 1 de Abril de 2004.

"O que nós estamos a fazer é pôr à disposição dos utilizadores uma série de funcionalidades novas que eles podem adicionar à sua conta Gmail. Essas funcionalidades optativas que abrangem uma série de questões práticas tornam, no fundo, a navegação e a utilização do Gmail mais fácil de utilizar", salientou Paulo Barreto, director-geral do Google em Portugal, em declarações à Lusa.

Das novas funcionalidades, Paulo Barreto destacou a possibilidade de utilização do Gmail offline. O utilizador pode aceder ao seu e-mail e escrever mensagens, mesmo quando não tem ligação à Internet, sendo que as alterações serão sincronizadas automaticamente assim que voltar a ter ligação.

Uma segunda funcionalidade do Gmail Labs, destacada pelo director do Google Portugal, é a denominada "Tarefas", através da qual o utilizador pode adicionar à sua caixa de entrada uma lista de tarefas a realizar, a partir de um e-mail e fazer alterações a partir do telemóvel.

O Gmail Labs disponibiliza também uma função que permite anular o envio de uma mensagem até cinco segundos após o envio.

Outra função experimental é o detector de anexo esquecido, que previne o envio de mensagens sem anexos, recebendo o utilizador um alerta caso tenha mencionado o anexo sem o ter adicionado.

Paulo Barreto salientou ainda outras "pequenas" alterações que irão permitir "ter mais do que uma inbox a ser visualizada e passar o chat para o lado direito em vez de estar do lado esquerdo do écran", entre outras funcionalidades.

"O filtro do correio vai lhe pedir para fazer uma conta e só se acertar essa conta é que o e-mail vai seguir. É uma funcionalidade para as pessoas não mandarem e-mail fora de horas e, no fundo é só para verificar se as pessoas têm consciência das horas", disse.

De entre a meia centena de funcionalidades, Paulo Barreto, destacou também a que "permite visualizar vídeos do YouTube sem sair do Gmail, sem ter de ir ao site, o poder fazer play no próprio e-mail e a possibilidade das mensagens serem traduzidas, caso sejam recebidas noutra língua", referiu.

Outras duas ferramentas que considera úteis são os "e-mails de resposta pré-definidos que sejam iguais para várias pessoas e as várias caixas de entrada com diversos filtros, que permite separar e-mails de trabalho de e-mails pessoais".

Fonte: Expresso
publicado por RiViPi às 18:22

25
Mar 09

Todas as 15 revistas Camões, que começou a ser publicada em 1998, com uma primeira edição dedicada à lusofonia, estão disponíveis desde esta semana para leitura no sítio da Biblioteca Digital Camões

(BDC).

Os conteúdos da revista do Instituto Camões, que vai no seu número 19 (a série inclui quatro números duplos), poderão na sua quase totalidade ser procurados através do instrumento de pesquisa da BDC.

Os ficheiros da revista, em formato PDF, poderão ser descarregados e gravados num suporte digital, mas não poderão ser impressos nem parcialmente copiados.

Para além disso, o público estrangeiro poderá também ler e descarregar num ficheiro separado os resumos em inglês, francês e espanhol dos artigos da revista, que teve como seu primeiro director o então presidente do Instituto Camões, Jorge Couto, e como directora-adjunta e director de produção Luísa Mellid-Franco Rui M. Pereira, respectivamente.

A única excepção foi o nº 3 da revista, com data de Outubro-Dezembro de 1998, dedicado a José Saramago e que recolhe nas suas páginas, para além de alguns textos expressamente escritos para a publicação, um extenso lote de artigos saídos na grande imprensa internacional sobre a atribuição naquele ano do Prémio Nobel da Literatura ao escritor português.

Com periodicidade trimestral até 2003, a Camões - Revista de Letras e Culturas Lusófonas consagrou três números (em 1998, 1999 e 2000) à série Pontes Lusófonas, um conjunto de eventos relativos ao intercâmbio cultural entre os países de língua portuguesa ocorridos naqueles anos em Lisboa, Maputo e Brasília, nesta última cidade sobre arquitectura luso-brasileira.

Ao longo das suas edições, a revista Camões dedicou ainda números a vários territórios lusófonos (Brasil, Macau e Timor) e a diversas personalidades da cultura e da história portuguesa (Almeida Garrett, Eça de Queirós, Manoel de Oliveira e o Marquês de Pombal).

Nos 25 anos do 25 de Abril, em 1999, um número foi dedicado à Revolução dos Cravos.

Os dois últimos números trataram de temas tão diferentes como os 230 anos das relações luso-marroquinas (número duplo), com coordenação do professor universitário Dias Farinha, e ao teatro em língua portuguesa.

publicado por RiViPi às 00:27
tags:

17
Mar 09

O Risca Grande virgem extra foi eleito o melhor azeite biológico do mundo, numa feira na Alemanha, entre mais de 70 concorrentes.

 

O azeite biológico alentejano Risca Grande virgem extra, produzido na zona de Serpa, foi considerado o melhor do mundo numa prova cega entre mais de 70 concorrentes.

O primeiro prémio foi obtido no concurso mundial de azeites biológicos da Biofach 2009, realizada em Nuremberga, na Alemanha, no final do passado mês de Fevereiro.

Naquela feira, que é considerada a mais importante a nível mundial para o sector da produção biológica, a marca portuguesa arrecadou ainda o nono lugar com o Risca Grande Vintage.

A Herdade da Risca Grande tem 90 hectares, dos quais 78 são ocupados com olival. As oliveiras têm entre 2 e 500 anos.

Toda a herdade é cultivada de acordo com as normas da agricultura biológica.

 

publicado por RiViPi às 19:42

07
Mar 09

Guiné-Bissau volta a estar nas bocas do mundo e, mais uma vez, por nojo. O presidente Nino Vieira junta-se, assim, à lista de líderes assassinados neste país. Mas, afinal, o que é que se passa? Quem foram e quem são estes líderes guineenses? O que os divide? Quanto vale uma etnia? Quanto vale uma ideologia? Quanto vale a cocaína? Quantas mães terão que chorar? Quantos filhos em vão terão que rezar?

 

Não sei.

 

Sei que a Quiné-Bissau continua em construção. Sei que parece mais uma destruição do que uma construção mas esse também é o caminho. Parasitas do sofrimento morrerão do seu próprio alimento e mais parasitas virão perpetuando, o que parece, uma problema sem solução. Por isso, concordo com o Movimento Internacional Lusófono (MIL) quando diz no seu comunicado que "Todos os povos e Governos da CPLP devem aproveitar estes acontecimentos trágicos para ajudar os irmãos guineenses a construir um verdadeiro Estado de Direito, eliminando de forma definitiva a imagem de Narco-Estado que infelizmente tem sido a da Guiné-Bissau, nos últimos anos. Esse auxílio deverá, a nosso ver, concretizar-se em todos os planos: humanitário (através do envio de bens essenciais), cívico (principalmente nas áreas da educação e saúde), económico (através de um Fundo a criar no âmbito da CPLP) e, ainda, no plano da segurança interna. A este respeito, o MIL recorda a Petição "POR UMA FORÇA LUSÓFONA DE MANUTENÇÃO DE PAZ", por si lançada, precisamente para responder a situações como esta que se vive na
Guiné-Bissau."

Sinceramente acredito que existe toda uma nova geração de língua portuguesa que quer fazer uma história diferente. Não esquecendo o passado mas colocando ódios e diferenças de lado.

História da Guiné-Bissau (Wikipédia)

Notícias relacionadas:

Expresso

A recomendação foi feita devido à crise política provocada pelo assassinato do Presidente "Nino" Vieira e do chefe das Forças Armadas.

Palavras-chave   Guiné-Bissau, Espanha, Nino Vieira, Ministério dos Negócios Estrangeiros
15:39 Quarta-feira, 4 de Mar de 2009
[340 visitas]

 

A informação foi hoje prestada por fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau.

Palavras-chave   Nino Vieira, Guiné Bissau, Tagmé Na Waié, atentado, presidente,
13:31 Quarta-feira, 4 de Mar de 2009
[396 visitas]

 

O funeral do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, morto domingo num atentado à bomba, realiza-se quinta-feira em Bissau.

Palavras-chave   Guiné-Bissau, Tagmé Na Waié
17:49 Terça-feira, 3 de Mar de 2009
[602 visitas]

 

O advogado de 52 anos irá às 16h assumir interinamente a presidência da Guiné-Bissau. 

Palavras-chave   Guiné-Bissau, Raimundo Pereira
12:34 Terça-feira, 3 de Mar de 2009
[574 visitas]
João Bernardo "Nino" Vieira foi assassinado este domingo

 

Um em cada três assassínios de chefes de Estado de todo o mundo, ocorrido nos últimos 60 anos, aconteceu no continente africano.

Palavras-chave   Nino Vieira, Guiné-Bissau, Presidente, assassinato
19:29 Segunda-feira, 2 de Mar de 2009
[1755 visitas]
Nino Vieira faleceu num ataque de soldados fiéis a Tagmé Na Waie

 

 

Foi por três vezes Presidente da República da Guiné-Bissau.

Palavras-chave   Nino Vieira, assassinado, Guiné-Bissau, Presidente da República
17:38 Segunda-feira, 2 de Mar de 2009
[701 visitas]

 

 

O vice-chefe de Estado-Maior da Armada da Guiné, Zamora Induta, disse hoje que "não houve golpe de Estado", sublinhando que o ataque contra o general Tagmé Na Waié se "alastrou" ao Presidente guineense.

Palavras-chave   guiné-Bissau, Golpe Estado, Zamora Induta, Nino Vieira
17:23 Segunda-feira, 2 de Mar de 2009
[447 visitas]
Raimundo Pereira é braço-direito do actual primeiro-ministro e líder do PAIGC

 

Eleito, em Dezembro passado, presidente da Assembleia Nacional Popular da Guiné-Bissau, irá substituir "Nino" Vieira na presidência do país durante os próximos dois meses, altura em que deverão realizar-se eleições antecipadas. Segundo vice-presidente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), é braço-direito do actual primeiro-ministro e líder do PAIGC, Carlos ...

Palavras-chave   Raimundo Pereira, Guiné-Bissau, Presidente da República
16:30 Segunda-feira, 2 de Mar de 2009
[747 visitas]
Perfil: Baptista Tagmé Na Waie

 

Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da Guiné-Bissau desde inícios de 2005, sucedeu a Veríssimo Correia Seabra, assassinado por militares em Outubro de 2004. Com a abertura do país ao pluralismo partidário, em 1991, Tagmé Na Waie afastou-se progressivamente da política, optando pela via militar. Foi membro da Junta Militar (liderada por Ansumane Mané) que depôs João Bernardo ...

Palavras-chave   Guiné Bissau, Nino Vieira, Baptista Tagmé Na Waie
15:35 Segunda-feira, 2 de Mar de 2009
[524 visitas]

 

Ainda não se sabe se o assassínio de Nino Vieira pressupõe um golpe de Estado ou um ajuste de contas. O Conselho de Estado está reunido em Bissau

Palavras-chave   Nino Vieira, Guiné-Bissau, golpe de Estado
11:56 Segunda-feira, 2 de Mar de 2009
[1451 visitas]

O Governo português expressa o seu pesar pelo assassinato do Presidente guineense e vai convocar uma reunião de emergência da Comunidade Portuguesa de Língua Portuguesa. 

Palavras-chave   Guiné-Bissau, Nino Vieira, assassinato, Internacional, África
10:08 Segunda-feira, 2 de Mar de 2009
[627 visitas]
Raimundo Pereira vai substituir o falecido Nino Vieira

 

O Presidente da Guiné Bissau foi assassinado esta madrugada e será substituído interinamente pelo presidente da Assembleia Nacional, Raimundo Pereira.

Palavras-chave   Nino Vieira, atentado, Guiné-Bissau, assassínio
9:31 Segunda-feira, 2 de Mar de 2009
[5053 visitas]
publicado por RiViPi às 01:10

06
Mar 09

O Lextec-Léxico Técnico do Português ganhou dois novos glossários de domínios específicos: Direito Comercial Internacional e Economia e Gestão de Empresas. À imagem dos restantes, estes glossários são acompanhados por uma base exemplificativa de textos autênticos e uma rede conceptual, especificando ainda, para todas as expressões, relações de correspondência com expressões em Inglês.

 

publicado por RiViPi às 22:55

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


comentários recentes
Sou filho de mãe portuguesa e de pai brasileiro te...
Maravilhoso!!! Parabéns pelo artigo. Me ajudou mu...
Caco de Castro Quando a marca Garbin vai voltar???
que vídeo e esse fdp
ne, esse vagabundo n fala nada que presta fdp vf45...
Excelente texto! Por mais que existam rusgas entre...
idiotas vagabundos
Achei muito bom ,muito bem explicado ,legal ,parec...
Pura beleza e força
Interessante, obrigado por partilhar, Luisa
Adorei,Alexandra
Mas vamos deixar esta questão para um futuro próxi...
O que é que acha que lhe faz pensar que ao reduzir...
Parece que o sabão azul e branco já passou à histó...
olá a todos! adorei...mesmo! já agora deixo aqui u...
Do meu ponto de vista não será a forma mais adequa...
Não agradeça. Sobretudo porque este livro não foi ...
foi um artigo que eu gostava. Obrigado por compart...
muito obrigado para o livro. realmente não pensav...
Um comentário interessante ....!
Cara Rosa, lamento que o vídeo não a tenha ajudado...
Boa noite, após muito procurar vim ter aqui nem se...
Gosto especialmente do Tony Amado. O que mais me i...
Kuduro underground . Uma verdadeira relíquia. Mais...
Imagino... Quando estiveres a ouvir as doze badala...
Tenho saudade de Portugal e estas fotos sao tao bo...
Obrigado pelo comentáro.
Muito bom este texto! E engraçado também!
Mais uma vez em cima do acontecimento, embora ache...
Compreendo o seu ponto de vista, TijoloAzul. A Lín...
Na vida nem 8 nem 80. Concordo que o exces...
Obrigado pela correção! Participe sempre!
Por favor, substitua "agricula" por AGRÍCOLA
Alegro-me. Volte sempre e participe.
Enquanto responsável da empresa fico satisfeito pe...
Não tem que agradecer, Ricardo. Quer partilhar a r...
Obrigado pelo post que colocou no seu blog. Felici...
Obrigado pelo teu comentário, Isactamente. Já um p...
Adoro Dulce Pontes!!!!!Em particular, o Amor a Por...
http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?contenti...
Obrigado pelo reconhecimento. Quando é que entrega...
Olá!É com todo o gosto que informamo-lo que tem u...
Olhe lá. Quer ensinar o pai a fazer filhos? Ou pag...
Não tenho por hábito responder e, às vezes, aceita...
Também esta citação a Irondino de Aguilar foi toma...
Naturalmente, falta referir que o fragmento referi...
Obrigado pelo seu comentário, Fernanda. Realmente ...
Absolutamente notável este post, sobre um tema que...
E maneiras não existem! Vê lá se te atinas anónimo...
lol Não te iria enganar 6! Tá previsto até um almo...
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO