Tudo o que vem à rede é peixe

05
Jan 08

Vai tudo abaixo! é um programa de género cómico,  transmitido pelo canal de televisão SIC Radical. O nome do programa é bastante sugestivo. São, no fundo, as formas de fazer comédia que vão todas abaixo! Mais do que puro entretenimento, o programa faz uma dura crítica à sociedade portuguesa, exagerando os seus problemas e tocando as suas feridas com uma certa dose de irresponsabilidade. E tudo isto é conseguido quando o espectador passa de uma valente gargalhada para uma seriedade incrédula. Como se pode brincar com coisas tão sérias? Pode-se e está visto. E há sempre quem defenda que rir é o melhor remédio ou antes rir que chorar. Disso não há dúvida. E essas expressões populares são uma adaptação à própria vida. Vai tudo baixo! procura essa adaptação e vai para a rua interagir com os portugueses. Mas o que fazem não é mais do que uma interpretação da vida, um teatro de rua, onde puros amadores são convidados a participar juntamente com as variadíssimas personagens, a maioria interpretadas pelo actor Gel. Wanderley , por exemplo, é o estereotipo do brasileiro que fala mal de Portugal e dos portugueses. E com o disfarce de repórter de uma cadeia de televisão brasileira consegue entrevistar, ou melhor, provocar várias personalidades portuguesas. Quase que obriga os portugueses a defender a seu país e a sua cultura. Acção que não faz frequentemente nem radicalmente. E quem tem o hábito de o fazer tem que enfrentar-se com o Black Skin . Uma personagem inspirada na recente entrada em palco de um partido de extrema-direita com a sua falange de cabeças rapadas. Todas as personagens têm uma grande dose de provocação. Umas mais que outras. No plano político, o duo A Luta Contínua retoma o espírito e caracterização dos políticos do 25 de Abril para dizer algumas verdades, bem ao estilo da época. De entre todas as personagens, Ruce é a mais polémica. Caracteriza o típico toxicodependente agarrado ao cavalo (heroína) sempre à procura de guito (dinheiro) para alimentar o seu vício. Vale tudo. Desde roubar a própria mãe até assaltar turistas em Belém. E este último exemplo (episódio 3) foi o que causou mais polémica na opinião pública, com direito a uma ou outra referência em algumas revistas. A toxicodependência e tudo o que está associado a ela é, de facto, uma daquelas coisas que não se deve brincar. E o que mais perturba nesta personagem é que o que ela faz acontece na vida real. Como poderá uma mãe, que na verdade foi assaltada e maltratada pelo filho toxicodependente, reagir a uma simulação dessa situação. E nem de propósito, Ruce é uma personagem dotada de uma incrível realidade. E quando vemos os pobres turistas a serem assaltados em Belém, tendemos a acreditar que a situação é real. Desenganem-se ou tirem as vossas próprias ilações.


 

Vai tudo abaixo! 1ª temporada


 

publicado por RiViPi às 04:59
tags:

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


comentários recentes
Sou filho de mãe portuguesa e de pai brasileiro te...
Maravilhoso!!! Parabéns pelo artigo. Me ajudou mu...
Caco de Castro Quando a marca Garbin vai voltar???
que vídeo e esse fdp
ne, esse vagabundo n fala nada que presta fdp vf45...
Excelente texto! Por mais que existam rusgas entre...
idiotas vagabundos
Achei muito bom ,muito bem explicado ,legal ,parec...
Pura beleza e força
Interessante, obrigado por partilhar, Luisa
Adorei,Alexandra
Mas vamos deixar esta questão para um futuro próxi...
O que é que acha que lhe faz pensar que ao reduzir...
Parece que o sabão azul e branco já passou à histó...
olá a todos! adorei...mesmo! já agora deixo aqui u...
Do meu ponto de vista não será a forma mais adequa...
Não agradeça. Sobretudo porque este livro não foi ...
foi um artigo que eu gostava. Obrigado por compart...
muito obrigado para o livro. realmente não pensav...
Um comentário interessante ....!
Cara Rosa, lamento que o vídeo não a tenha ajudado...
Boa noite, após muito procurar vim ter aqui nem se...
Gosto especialmente do Tony Amado. O que mais me i...
Kuduro underground . Uma verdadeira relíquia. Mais...
Imagino... Quando estiveres a ouvir as doze badala...
Tenho saudade de Portugal e estas fotos sao tao bo...
Obrigado pelo comentáro.
Muito bom este texto! E engraçado também!
Mais uma vez em cima do acontecimento, embora ache...
Compreendo o seu ponto de vista, TijoloAzul. A Lín...
Na vida nem 8 nem 80. Concordo que o exces...
Obrigado pela correção! Participe sempre!
Por favor, substitua "agricula" por AGRÍCOLA
Alegro-me. Volte sempre e participe.
Enquanto responsável da empresa fico satisfeito pe...
Não tem que agradecer, Ricardo. Quer partilhar a r...
Obrigado pelo post que colocou no seu blog. Felici...
Obrigado pelo teu comentário, Isactamente. Já um p...
Adoro Dulce Pontes!!!!!Em particular, o Amor a Por...
http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?contenti...
Obrigado pelo reconhecimento. Quando é que entrega...
Olá!É com todo o gosto que informamo-lo que tem u...
Olhe lá. Quer ensinar o pai a fazer filhos? Ou pag...
Não tenho por hábito responder e, às vezes, aceita...
Também esta citação a Irondino de Aguilar foi toma...
Naturalmente, falta referir que o fragmento referi...
Obrigado pelo seu comentário, Fernanda. Realmente ...
Absolutamente notável este post, sobre um tema que...
E maneiras não existem! Vê lá se te atinas anónimo...
lol Não te iria enganar 6! Tá previsto até um almo...
Posts mais comentados
7 comentários
5 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO