Tudo o que vem à rede é peixe

10
Abr 08
Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor Português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar Panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.

Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas. Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris.

Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los. Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se, principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas.

Pisando Paris, pediu permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se. Profunda privação passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo... - Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses. Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo.

- Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir. Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém Papai Procópio partira para Província.

Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas. Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal.

Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu: - Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia.

Porque pintas porcarias? - Papai, - proferiu Pedro Paulo - pinto porque permitistes, porém, preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal. Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profissão.

Perfeito: Pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando. Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram pacus, piaus, piabas, piaparas, pirarucus. Partiram pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito. Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo.

Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas. Pobre Pedro Paulo pereceu pintando...

Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para pensar... Para parar preciso pensar. Pensei. Portanto, pronto: Pararei!
publicado por RiViPi às 15:22
tags:

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


comentários recentes
Sou filho de mãe portuguesa e de pai brasileiro te...
Maravilhoso!!! Parabéns pelo artigo. Me ajudou mu...
Caco de Castro Quando a marca Garbin vai voltar???
que vídeo e esse fdp
ne, esse vagabundo n fala nada que presta fdp vf45...
Excelente texto! Por mais que existam rusgas entre...
idiotas vagabundos
Achei muito bom ,muito bem explicado ,legal ,parec...
Pura beleza e força
Interessante, obrigado por partilhar, Luisa
Adorei,Alexandra
Mas vamos deixar esta questão para um futuro próxi...
O que é que acha que lhe faz pensar que ao reduzir...
Parece que o sabão azul e branco já passou à histó...
olá a todos! adorei...mesmo! já agora deixo aqui u...
Do meu ponto de vista não será a forma mais adequa...
Não agradeça. Sobretudo porque este livro não foi ...
foi um artigo que eu gostava. Obrigado por compart...
muito obrigado para o livro. realmente não pensav...
Um comentário interessante ....!
Cara Rosa, lamento que o vídeo não a tenha ajudado...
Boa noite, após muito procurar vim ter aqui nem se...
Gosto especialmente do Tony Amado. O que mais me i...
Kuduro underground . Uma verdadeira relíquia. Mais...
Imagino... Quando estiveres a ouvir as doze badala...
Tenho saudade de Portugal e estas fotos sao tao bo...
Obrigado pelo comentáro.
Muito bom este texto! E engraçado também!
Mais uma vez em cima do acontecimento, embora ache...
Compreendo o seu ponto de vista, TijoloAzul. A Lín...
Na vida nem 8 nem 80. Concordo que o exces...
Obrigado pela correção! Participe sempre!
Por favor, substitua "agricula" por AGRÍCOLA
Alegro-me. Volte sempre e participe.
Enquanto responsável da empresa fico satisfeito pe...
Não tem que agradecer, Ricardo. Quer partilhar a r...
Obrigado pelo post que colocou no seu blog. Felici...
Obrigado pelo teu comentário, Isactamente. Já um p...
Adoro Dulce Pontes!!!!!Em particular, o Amor a Por...
http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?contenti...
Obrigado pelo reconhecimento. Quando é que entrega...
Olá!É com todo o gosto que informamo-lo que tem u...
Olhe lá. Quer ensinar o pai a fazer filhos? Ou pag...
Não tenho por hábito responder e, às vezes, aceita...
Também esta citação a Irondino de Aguilar foi toma...
Naturalmente, falta referir que o fragmento referi...
Obrigado pelo seu comentário, Fernanda. Realmente ...
Absolutamente notável este post, sobre um tema que...
E maneiras não existem! Vê lá se te atinas anónimo...
lol Não te iria enganar 6! Tá previsto até um almo...
Posts mais comentados
7 comentários
5 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO