Tudo o que vem à rede é peixe

27
Jun 08

José Sarney

Estocolmo, Suécia. Estou aqui na reunião anual de ex-presidentes e chefes de governo para analisar a atual situação do mundo. A ela comparecem experts sobre todos os temas.

Abre a reunião uma brilhante dissertação de Hans Blix, aquele que fez o relatório dizendo não haver sido encontradas armas de destruição em massa no Iraque, foi demitido, censurado e depois confirmou-se que tudo que ele afirmara era verdade. Digo-lhe que o mundo paga caro, e ainda vai pagar mais, por Bush fingir não ter acreditado em sua palavra e invadido o Iraque, com a única finalidade de matar Saddam Hussein. Nunca um assassinato planejado teve tantas repercussões. Mais barato – brinca um brasileiro que aqui reside presente a sessão – teria sido contratar a máfia, já acostumada a essas atividades, para fazer o serviço sujo.

A discussão e análise da situação do mundo são otimistas. Chega-se à conclusão de que as mudanças climáticas hoje são reconhecidas por todos como fato sem contestação. Não é mais divagação de ecologistas. O desenvolvimento cientifico continua a ritmo intenso nos transportes, comunicações, informática e economia. A expectativa de vida subirá mais e a mortalidade infantil cairá. A corrida por recursos aumentará com o crescimento populacional. A democracia espalha-se. China e Índia são as vedetes e não se sabe se o século 21 será de uma ou de outra.

No mais são indagações: até quando vamos emitir gases que provocam o efeito estufa e ameaçam a vida na Terra? Como reduzir essas emissões? A busca de fontes alternativas de energia. O preço do petróleo. A corrida por armas nucleares, Coréia do Norte, Paquistão, Irã, Israel comprometerão a segurança mundial? Como lidar com o terrorismo? É uma guerra ou é um crime, e como tal deve ser tratado? A crise dos alimentos, a crise dos mercados financeiros acompanhada da decência questionável de até onde vai a responsabilidade dos bancos na especulação. Será que as agências de risco também não devem ser reguladas?

São visões de uma face otimista e indagações pessimistas. Nesse balanço entram os Estados Unidos. Até quando manterão a sua dívida pública de US$ 8 trilhões? Estarão os seus parceiros dispostos a financiá-la? Por quanto tempo agüentarão essa dívida?

E aí entra o Brasil na cadeira das dúvidas sobre os biocombustíveis, o nosso álcool. Explico e defendo nosso programa. Álcool de cana não é álcool de milho. Digo que nosso país vai muito bem. Todos os números macroeconômicos são bons. Nossa imagem é excelente. Faço uma ressalva: no Brasil, só não vai bem a Seleção.

Fonte: http://jbonline.terra.com.br

publicado por RiViPi às 14:11
tags:

A selecção espanhola protagonizou uma grande exibição e voltou a golear os russos, desta vez por 3-0. Vinte e quatro anos depois a equipa de Luis Aragonés volta à final de um Europeu, agora frente à Alemanha. 

 

Pedro Miguel Neves
 
Espanha na final do Euro-2008 Festa espanhola no Ernst Happel, em Viena
Roland Schlager/Epa
 Festa espanhola no Ernst Happel, em Viena

A Espanha está na final do Euro-2008, após vencer a Rússia por 3-0, esta noite, em Viena. Desde 1984 que a selecção do país vizinho não atingia uma fase tão adiantada da competição. O resultado final (3-0) não deixa dúvidas quanto à melhor equipa em campo.

Luís Aragonés decidiu apresentar o mesmo 'onze' que tinha jogado frente à Itália. E foi a Espanha quem entrou mais forte na partida, com uma pressão intensa no meio campo adversário. A Rússia que deslumbrou frente à Holanda não aparecia no relvado de Viena, com os pupilos de Guus Hiddink a sentirem muitas dificuldades para travar o ímpeto espanhol.

Aos 6 e 11 minutos, Torres e Villa, respectivamente, criaram os primeiros lances de muito perigo junto à baliza de Akinfeev. Só perto da meia hora de jogo é que a Rússia conseguiu aparecer no jogo e criar problemas à bem organizada defesa espanhola.

E as melhores ocasiões de golo na primeira parte pertenceram mesmo a Pavlyuchenko. O avançado do Spartak Moscovo quase marcou, aos 31 minutos, e voltou a assustar o guarda-redes Casillas aos 36.

Até ao intervalo, apenas a registar a lesão de David Villa, que foi substituído por Fabregas.

A Espanha não acusou a saída do melhor marcador do Euro-2008 e voltou a entrar em cima do adversário para os segundos 45 minutos.

Não demorou muito até aparecer o primeiro golo do jogo. Iniesta trabalha sobre o lado esquerdo do ataque, efectua um remate que sai em jeito de cruzamento e Xavi aparece a desviar na cara de Akinfeev. Um golo merecido, pois a Rússia continuava a não conseguir encontrar um fio de jogo que lhe permitisse atacar com perigo a baliza adversária.

Com uma Rússia irreconhecível pela frente, os espanhóis continuaram a dominar o encontro, e nesta fase nem de contra-ataque a selecção de Leste conseguia chegar com perigo à baliza contrária.

Fabregas espalha classe


Espanha na final do Euro-2008 Silva aponta o terceiro golo dos espanhóis, de nada valendo a tentativa de corte por parte do russo Zhirkov
Robert Zolles/Reuters
Silva aponta o terceiro golo dos espanhóis, de nada valendo a tentativa de corte por parte do russo Zhirkov

O jogo só tinha um sentido e foi por isso com naturalidade que a Espanha chegou ao 2-0, aos 73 minutos. Uma assistência fantástica de Fabregas para a finalização de classe de Güiza, que estava em campo apenas há quatro minutos, no lugar de Torres.

Até final, mais do mesmo: a Espanha a controlar e mais uma vez a chegar ao golo. Fabregas voltou a efectuar um passe decisivo, desta vez para o remate com êxito de Silva.

Se qualquer dúvida pudesse existir quanto ao vencedor do jogo, os três golos de vantagem aos 82 minutos "arrumavam" com o encontro.

Depois de ter goleado os russos por 4-1 na fase de grupos (a 10 de Junho), a Espanha voltou a levar a melhor no encontro das meias-finais, e outra vez por números contundentes. Assim, 24 anos depois de terem perdido com a França de Platini, por 2-0, os espanhóis voltam a poder discutir o título de melhor equipa da Europa.

A Rússia fica pelo caminho depois de ter protagonizado, provavelmente, a melhor exibição deste Euro-2008, no jogo dos quartos-de-final frente à Holanda.

Alemanha e Espanha decidem o vencedor do Euro-2008 no próximo domingo (19h45, TVI) em Viena.

 

Fonte: http://clix.expresso.pt

publicado por RiViPi às 11:09
tags:

18
Jun 08
Henrique Monteiro - Lá pagaram aos 'malditos camionistas'
 
 
8:00 | Segunda-feira, 16 de Junho de 2008  Expresso
 

Vindo do nada, sem estar enquadrado, um grupo de pessoas determinadas quase conseguiu paralisar o país. Quem quiser um retrato fiel da crise política e de valores em que vivemos, aqui o tem.

As razões dos camionistas (ou proprietários de camionetas, uma vez que se tratou de um "lock out" e não de uma greve) são compreensíveis. A subida dos combustíveis deixa-os numa situação complicada. Mas a questão essencial coloca-se da seguinte forma: quem deve pagar por isso, eles que têm o negócio, ou todos nós, através dos nossos impostos?

A resposta dos camionistas é simples: devemos todos pagar os prejuízos do seu negócio.

Podemos discordar, é certo. Mas, nesse caso, os camionistas têm outra resposta simples, que aliás puseram em prática: se não pagarem, paramos o país.

Foi perante este dilema que o Governo foi colocado.

E o Governo, acabou por ceder. A palavra ceder não é escrita com acrimónia ou desconfiança. Na realidade, este Governo (ou outro) dificilmente poderia proceder de modo diferente, porque o país não podia parar.

Neste conflito, infelizmente, os princípios gerais não tinham hipótese de prevalecer sobre interesses particulares. Porque, caso os princípios prevalecessem, os camionistas não deviam levar um tostão nem que andássemos todos a pé e fôssemos obrigados a jantar à luz das velas (caso não estivessem esgotadas).

Teoricamente o Estado deveria ter sido implacável. Primeiro, porque o "lock out" é constitucionalmente proibido (artº 57º). Em segundo lugar, porque o prejuízo dos camionistas não deveria ser distribuído por todos os portugueses (o que vai acontecer); aliás, estes já são fortemente prejudicados pelo aumento dos preços e pelas elevadas taxas de juro na habitação. Em terceiro lugar, porque a liberdade de circulação de pessoas e bens deveria ter sido assegurada, ainda que com repressão, pelas forças da ordem.

Mas tinha o Estado força e capacidade para aguentar a pressão? Era isso que os cidadãos queriam? Ou, ao fim e ao cabo, todos nós preferimos que pagassem a esses 'malditos camionistas' para que tenhamos de novo combustíveis nas bombas?

Creio - infelizmente - que esta é a resposta honesta que a maioria dá a si mesmo. Por isso, indignarmo-nos com a cedência do Governo pode ser simples figura de estilo.

Pessoalmente, no entanto, penso que a prudência nos deveria ter aconselhado à resistência. Assim, ficaremos um dia, de novo, nas mãos de um qualquer pequeno grupo.

Henrique Monteiro

publicado por RiViPi às 11:37

17
Jun 08

"Eu? Prefiro o bacalhau..."

 

Bom humor dos jogadores é bom augúrio para o jogo de 5ª feira com a Alemanha.

Rui Cardoso, em Neuchatel
 
"Eu? Prefiro o bacalhau..." A boa disposição dominou a conversa com os jornalistas
António Cotrim/Lusa
A boa disposição dominou a conversa com os jornalistas

A tarde de 3ª feira teve dos melhores momentos de bastidores deste Euro-2008. Primeiro, uma conferência de imprensa com Cristiano Ronaldo e Petit em grande forma. Depois, um treino cheio de surpresas. Ainda ninguém tinha entrado em campo e já o relvado estava cheio de polícias suíços que, sabendo do aniversário do seu colega Paulo Flor (comissário da PSP e um dos responsáveis pela segurança da selecção), lhe cantaram os parabéns.

A seguir, o pelotão policial formou e fez-se fotografar com os jogadores portugueses. Finalmente, a ausência de Ronaldo no treino, obrigou Henrique Jones, médico da selecção, a vir falar com os jornalistas. Um pequeno momento de "frisson", logo desfeito quando se soube que o avançado tinha ido directamente para o ginásio do hotel fazer trabalho específico para recuperar de dores nos gémeos. "Espero que amanhã já possa treinar sem limitações", explicou o referido elemento da equipa médica.

Dada a boa disposição evidenciada por Cristiano Ronaldo desde os primeiros segundos da conferência de imprensa, perguntaram-lhe porque parecia estar tão zangado no jogo de cinco para cinco do treino de ontem. Petit nem lhe deu tempo para responder: "É que ele não gosta de perder nem a brincar. Mas não fiques triste". E, dito isto, tirou um chupa-chupa do bolso e deu ao companheiro de equipa, perante a gargalhada geral.

- Olha que, hoje de manhã, ganhei-te ao 'ping-pong' com a mão esquerda, dizia Ronaldo a rir.

- Isso foi porque eu te deixei ganhar, para não ficares triste outra vez.

Novas perguntas dos jornalistas e novo "show":

- Reparámos que nos treinos o Ronaldo é o único que usa calças. Porquê?

- É porque tenho frio...

- Já que não fala do Manchester e do Real Madrid, diga lá: prefere o 'fish and chips' ou a 'paella'?

- Eu? Eu prefiro é o bacalhau...

Uma onda de boa disposição que levou um jornalista austríaco, recém-chegado, a perguntar aos seus camaradas portuguesas: "As vossas conferências de imprensa são sempre assim?" Referindo-se ao jogo de 5ª feira contra a Alemanha, Ronaldo evidenciou um, mais que razoável, domínio da palavra. "Como já foi dito, nestes jogos um pequeno pormenor pode decidir tudo. Espero ser um pequeno pormenor..."

Respondendo à pergunta do Expresso, que era, como teria jogado se ontem tivesse alinhado pela Áustria, disse Petit: "Esperem por 5ª feira que eu logo mostro". E referindo-se a Cristiano Ronaldo, rematou: "Este miúdo é endiabrado e em qualquer altura pode resolver. É bom tê-lo do nosso lado..."

Clique em baixo para visitar o dossiê especial do torneio  

Dossiê Euro-2008

 


Vídeo

 

 

http://euro2008.sapo.pt/multimedia/videos/noticias_video/

 

publicado por RiViPi às 23:47
tags:

Macau, China, 17 Jun (Lusa) - As trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa aumentaram 80,3 por cento nos primeiros quatro meses deste ano em relação ao período homólogo de 2007, indicam dados oficiais a que a Lusa teve hoje acesso.

Macau, China, 17 Jun (Lusa) - As trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa aumentaram 80,3 por cento nos primeiros quatro meses deste ano em relação ao período homólogo de 2007, indicam dados oficiais a que a Lusa teve hoje acesso.

De acordo com os dados, entre Janeiro e Abril de 2008, as trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa totalizaram 21,14 mil milhões de dólares (cerca de 13,6 mil milhões de euros).

No mesmo período de 2007, as trocas comerciais contabilizaram apenas 11,7 mil milhões de dólares (7,55 mil milhões de euros).

A China e os países de língua portuguesa definiram em 2006 como meta para 2009 trocas comerciais globais de 50 mil milhões de dólares, número que já em 2008 será ultrapassado, tendo em consideração não só os valores atingidos em 2007 como os aumentos registados nos primeiros quatro meses de 2008.

O Brasil continua a ser o principal parceiro lusófono do continente chinês, com as trocas comerciais bilaterais a subirem 64,7 por cento nos primeiros quatro meses deste ano e as vendas brasileiras a subirem 56,2 por cento para 6,93 mil milhões de dólares (4,47 mil milhões de euros) e as importações a aumentarem 77,6 por cento para 5,13 mil milhões de dólares (3,31 mil milhões de euros).

Angola mantém a segunda posição entre os principais parceiros lusófonos da China com trocas comerciais globais de 8,23 mil milhões de dólares com as exportações angolanas a crescerem 128,6 por cento para 7,48 mil milhões de dólares (4,82 mil milhões de euros) e as importações 138 por cento para 742,5 milhões de dólares (479 milhões de euros).

Já Portugal, o terceiro parceiro comercial da China entre os lusófonos, viu as trocas comerciais bilaterais caírem 0,2 por cento para 698,2 milhões de dólares com as vendas portuguesas a caírem 37,9 por cento para 94,2 milhões de dólares (60,8 milhões de euros) e as compras a aumentarem 10,9 por cento para 604 milhões de dólares (390 milhões de euros).

No global, as importações chinesas do espaço lusófono aumentaram 84 por cento para um total de 14,55 mil milhões de dólares (9,4 mil milhões de euros) e as exportações para os países de língua portuguesa registaram um crescimento de 72,5 por cento para 6,59 mil milhões de dólares (4,25 mil milhões de euros).

O comércio entre a China e os Países de Língua Portuguesa cresceu 35 por cento em 2007 para 46,35 mil milhões de dólares (29,93 mil milhões de euros).

O comércio entre a China e os países de língua portuguesa mantém uma forte tendência de crescimento, iniciada em Outubro de 2003 com o estabelecimento do Fórum para Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa que tem na Região Administrativa Especial de Macau uma base de apoio de contactos e promoção.

JCS.

Lusa/fim

publicado por RiViPi às 11:46

16
Jun 08

Foto LusaScolari fez 8 alterações no "onze" inicial e o resultado, a derrota a dois golos, mostrou que os suplentes estão bem no "banco". Poucas foram as excepções, num jogo com pouca criatividade e uma segunda parte para esquecer.

Em Basileia, e depois dos triunfos sobre a Turquia (2-0) e República Checa (3-1), a selecção portuguesa sofreu o primeiro desaire no Euro2008, numa partida em que Luiz Felipe Scolari apresentou uma equipa completamente renovada, com apenas três habituais titulares.



Yakin foi o homem do jogo ao marcar dois golos a Portugal. O primeiro, num lance bem jogado, apareceu em frente de Ricardo e mandou a bola para a baliza entre as pernas do guarda-redes. Foi aos 71 minutos, segundos depois da entrada de João Moutinho, para o lugar de Miguel Veloso. Scolari tentava por em ordem o meio-campo.
O golo seguinte foi uma grande penalidade. Meira fez falta, nem protestou porque já tinha um amarelo e Yakin voltou a marcar.

Na primeira parte Portugal jogou melhor mas também não teve muita emoção. Com poucas oportunidades de golo e com muitas faltas. 26 ao todo.

Do primeiro tempo, o mais saliente foi um golo mal anulado a Hélder Postiga. Aos 36 minutos, o árbitro foi mal auxiliado e marcou um fora-de-jogo inexistente.

Apesar deste resultado, Portugal manteve a liderança do Grupo B, com 6 pontos, o mesmo número da Turquia, mas com vantagem no confronto directo.
No outro jogo, a Turquia conseguiu virar o resultado e ganhou à República Checa por 3 a 2, depois de ter estado a perder por 2 a 0.
Portugal e Turquia seguem em frente para os quartos-de-final. A Turquia vai jogar com a Croácia.

"Onze" inicial de Portugal:
1 - Ricardo
13 - Miguel
15 - Pepe
3 - Bruno Alves
2 - Paulo Ferreira
5 - Fernando Meira
6 - Raul Meireles
18 - Miguel Veloso
19 - Nani
17 - Ricardo Quaresma
23 - Hélder Postiga

 

Vídeo: Análise do jogo por Humberto Coelho

 

 

 

Vídeo: Adeptos desiludidos com a prestação da equipe

 

 

 

 

publicado por RiViPi às 09:58
tags:

10
Jun 08

Mensagem do Presidente da República às Comunidades Portuguesas

 

 Descarregar vídeo

 

Nesta celebração do Dia de Portugal, mas também das Comunidades Portuguesas, quero saudar de forma muito particular todos os Portugueses da diáspora, dirigindo-lhes uma mensagem de estímulo e de reconhecimento.

Desde o início do meu mandato tenho tido a preocupação de realçar o mérito dos Portugueses que vivem e trabalham no estrangeiro, o importante papel que desempenham na afirmação de Portugal no mundo, que tive a oportunidade de testemunhar em diversas ocasiões.

Foi o que aconteceu, há pouco menos de um ano, quando me desloquei aos Estados Unidos da América para visitar as comunidades das áreas de Boston, Fall River, New Bedford e Newark ou, mais recentemente, quando, no Rio de Janeiro e em Maputo, contactei com Portugueses que vivem e trabalham no Brasil e em Moçambique.

Sabemos que não é de hoje a aventura portuguesa no mundo. Mas, se os Portugueses que partiram da sua pátria têm uma história feita de determinação e de engenho, têm também um presente e terão, certamente, um futuro que importa valorizar.

Foi com este objectivo que decidi apoiar a criação do “Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa”, que tive a oportunidade de anunciar no ano passado, durante a minha visita à comunidade portuguesa no Luxemburgo.

Este prémio pretende reconhecer cidadãos portugueses que, pela sua capacidade de empreender e de inovar, se tenham distinguido, quer pela sua acção nos seus países de acolhimento, quer pela sua relação com Portugal.

Sei que este é apenas um pequeno contributo. Sei como as gerações de Portugueses espalhados por todo o mundo têm sido a expressão do espírito empreendedor português, da capacidade de assumir riscos, do esforço e da ambição de ir mais além. Mas sei, igualmente, que todos somos necessários para mobilizar esse enorme capital social que a diáspora portuguesa representa.

A facilidade de comunicação e a rapidez de transferência de conhecimento, que caracteriza a globalização, configura um novo desafio para Portugal, mas simultaneamente uma nova realidade para a nossa diáspora.

Se no passado muitos partiram sem saber se algum dia teriam a possibilidade de regressar, hoje as distâncias encurtam-se e todos os Portugueses podem estar bem mais próximos uns dos outros e do seu País.

Por isso, neste Dia de Portugal e das Comunidades Portuguesas, apelo à mobilização desse imenso capital social e humano, que são os cinco milhões de Portugueses e de luso-descendentes que vivem e trabalham no estrangeiro.

Os recursos e os conhecimentos dos Portugueses no exterior podem contribuir para uma maior afirmação de Portugal no plano internacional, apoiando, por exemplo, a entrada de produtos e de empresas nacionais em novos mercados.

Por outro lado, Portugal deve saber atrair e acarinhar os Portugueses que, estando no exterior, pretendem regressar e, desta forma, contribuir com investimentos, formação e experiência para o desenvolvimento económico e social do País.

Essa mobilização poderá ser feita com o empenhamento da sociedade civil, devendo ser complementada e consolidada através do desenvolvimento de mecanismos formais - como por exemplo, as câmaras de comércio, as novas redes comerciais, sem esquecer as instituições tradicionais de origem portuguesa. Mas, sendo este um desígnio nacional, caberá ainda ao Estado português fomentar as relações entre Portugal e as suas comunidades.

Neste Dia de Portugal, não poderia deixar de evocar esse extraordinário génio literário, cujo dia também hoje se celebra, Luis Vaz de Camões. A sua maior obra, “Os Lusíadas”, expressão máxima da nossa língua, nunca teria sido escrita se também ele, um dia, não tivesse partido à descoberta de “novos mundos”.

Comemorar o Dia de Camões é celebrar a Língua Portuguesa. Também no domínio da valorização da nossa língua e da nossa cultura, o papel fundamental das comunidades portuguesas não pode ser esquecido.

A todos os Portugueses que residem e trabalham no estrangeiro deixo, mais uma vez, uma palavra de apreço e de reconhecimento.

Sei que podemos contar convosco. Podem e devem contar com Portugal.

 

 

Notícias relacionadas:

Governo anuncia ainda este mês medidas para expansão da língua portuguesa (SOL)

 

Cavaco Silva desafia portugueses (Correio da Manhã)

 

Cavaco evita temas políticos (Expresso)

 

 

 

 

publicado por RiViPi às 12:14
tags:

09
Jun 08

Após vitória sob a Turquia, a selecção nacional treinou no estádio La Maladière com as portas abertas a milhares de adeptos que se deslocaram a Nêuchatel para prolongar a festa da vitória.

É de salientar a forte presença de emigrantes portugueses que aproveitam a ocasião para apoiar o seu país e a sua selecção no seu país de acolhimento.

 

 

 

publicado por RiViPi às 17:03
tags:

08
Jun 08

Saiba tudo sobre o Euro 2008, com especial destaque para a selecção portuguesa de futebol. Notícias, vídeos, e muito mais em http://euro2008.sapo.pt/

publicado por RiViPi às 23:28
tags:

01
Jun 08
O Partido Social Democrata elegeu como presidente uma das suas figuras: Manuela Ferreira leite. Nos seus 34 anos de vida, esta é a primeira vez que o partido elege uma mulher para presidente. Algo pouco normal em Portugal. A palavra presidente continua sendo do género masculino, juntando-se sempre que necessário o artigo feminino. A 16ª presidente do PSD promete, numa situação que é cada vez mais comum em Portugal, aquilo que todos esperam. Isto é, o caminho para o poder.

 

Página de candidatura de Manuela Ferreira Leite
 
Artigos relacionados:
PSD tem novo líder Sócrates felicita Ferreira Leite
PSD elege o seu 16º presidente

Ferreira Leite mobiliza PSD para "virar de página" no partido e no país A suave vitória de Manuela
Pedro Passos Coelho  
A festa acabou cedo... pá

 

Directas no PSD

Santana deixa liderança do grupo parlamentar

 

Apoiantes preparam-se para a nova associação

Menos de um por cento para Patinha Antão

 

Miguel Relvas ao Expresso

"Daqui para a frente, no PSD, nada mais será como dantes"

 

 

Vídeo

DESCRIÇÃO Manuela Ferreira Leite deslocou-se até Lamego para apresentar as razões da sua candidatura à liderança do PSD

 

 

 

 

Vídeo

DESCRIÇÃO Manuela Ferreira Leite contra candidatura de Santos Ferreira

 

 

 

 

Vídeo

DESCRIÇÃO Teixeira dos Santos anunciou que o défice vai situar-se abaixo dos 3%

 

 

 

 

Vídeo

DESCRIÇÃO Manuela Ferreira Leite não apoiou Marques Mendes

 

 

 

 

Vídeo

DESCRIÇÃO Manuela Ferreira Leite critica chumbo de empréstimo da CML

 

 

 

 

Vídeo

DESCRIÇÃO Fernando Negrão elogia Manuela Ferreira Leite

 

 

 

 

Vídeo

DESCRIÇÃO Para o ex-ministro das Finanças o melhor candidato para a presidência do PSD é sem dúvida Manuela Ferreira Leite.

 

 

 

publicado por RiViPi às 18:42

Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30


subscrever feeds
arquivos
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


comentários recentes
Sou filho de mãe portuguesa e de pai brasileiro te...
Maravilhoso!!! Parabéns pelo artigo. Me ajudou mu...
Caco de Castro Quando a marca Garbin vai voltar???
que vídeo e esse fdp
ne, esse vagabundo n fala nada que presta fdp vf45...
Excelente texto! Por mais que existam rusgas entre...
idiotas vagabundos
Achei muito bom ,muito bem explicado ,legal ,parec...
Pura beleza e força
Interessante, obrigado por partilhar, Luisa
Adorei,Alexandra
Mas vamos deixar esta questão para um futuro próxi...
O que é que acha que lhe faz pensar que ao reduzir...
Parece que o sabão azul e branco já passou à histó...
olá a todos! adorei...mesmo! já agora deixo aqui u...
Do meu ponto de vista não será a forma mais adequa...
Não agradeça. Sobretudo porque este livro não foi ...
foi um artigo que eu gostava. Obrigado por compart...
muito obrigado para o livro. realmente não pensav...
Um comentário interessante ....!
Cara Rosa, lamento que o vídeo não a tenha ajudado...
Boa noite, após muito procurar vim ter aqui nem se...
Gosto especialmente do Tony Amado. O que mais me i...
Kuduro underground . Uma verdadeira relíquia. Mais...
Imagino... Quando estiveres a ouvir as doze badala...
Tenho saudade de Portugal e estas fotos sao tao bo...
Obrigado pelo comentáro.
Muito bom este texto! E engraçado também!
Mais uma vez em cima do acontecimento, embora ache...
Compreendo o seu ponto de vista, TijoloAzul. A Lín...
Na vida nem 8 nem 80. Concordo que o exces...
Obrigado pela correção! Participe sempre!
Por favor, substitua "agricula" por AGRÍCOLA
Alegro-me. Volte sempre e participe.
Enquanto responsável da empresa fico satisfeito pe...
Não tem que agradecer, Ricardo. Quer partilhar a r...
Obrigado pelo post que colocou no seu blog. Felici...
Obrigado pelo teu comentário, Isactamente. Já um p...
Adoro Dulce Pontes!!!!!Em particular, o Amor a Por...
http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?contenti...
Obrigado pelo reconhecimento. Quando é que entrega...
Olá!É com todo o gosto que informamo-lo que tem u...
Olhe lá. Quer ensinar o pai a fazer filhos? Ou pag...
Não tenho por hábito responder e, às vezes, aceita...
Também esta citação a Irondino de Aguilar foi toma...
Naturalmente, falta referir que o fragmento referi...
Obrigado pelo seu comentário, Fernanda. Realmente ...
Absolutamente notável este post, sobre um tema que...
E maneiras não existem! Vê lá se te atinas anónimo...
lol Não te iria enganar 6! Tá previsto até um almo...
Posts mais comentados
7 comentários
5 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
1 comentário
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO